Charles Spurgeon สาธารณะ
[search 0]
เพิ่มเติม

ดาวน์โหลดแอปเลย!

show episodes
 
Charles Spurgeon was a popular Baptist minister in London in mid-Victorian times; his ministry was highly influential and had a significant effect on many families in London and further afield. It was difficult to find a hall large enough to accommodate the crowd who wished to hear him. At times the Royal Surrey Gardens’ Music Hall was hired to accomodate the Sunday congregation; this could seat 10,000 but large numbers were unable to gain admittance. His world-wide heritage is very much wit ...
 
Charles Spurgeon was a British Particular Baptist preacher who remains highly influential among Christians of different denominations, among whom he is still known as the "Prince of Preachers". In his lifetime, Spurgeon preached to around 10,000,000 people, often up to 10 times each week at different places. He was the pastor of the congregation of the New Park Street Chapel (later the Metropolitan Tabernacle) in London for 38 years.Spurgeon was a prolific author of many types of works. This ...
 
Charles Spurgeon was a British Particular Baptist preacher who remains highly influential among Christians of different denominations, among whom he is still known as the “Prince of Preachers”. In his lifetime, Spurgeon preached to around 10,000,000 people, often up to 10 times each week at different places. He was the pastor of the congregation of the New Park Street Chapel (later the Metropolitan Tabernacle) in London for 38 years.Spurgeon was a prolific author of many types of works. His ...
 
HE WHO SPOKE and wrote this message will be greatly disappointed if it does not lead many to the Lord Jesus. It is sent forth in childlike dependence upon the power of God the Holy Ghost, to use it in the conversion of millions, if so He pleases. No doubt many poor men and women will take up this little volume, and the Lord will visit them with grace. To answer this end, the very plainest language has been chosen, and many homely expressions have been used. But if those of wealth and rank sh ...
 
Loading …
show series
 
14 de Julho - Se sobre ele manejares a tua ferramenta, profaná-lo-ás. (Êxodo 20.25) O altar de Deus tinha de ser construído com pedras toscas, de modo que nem habilidade nem labor humano fossem vistos nele. A sabedoria humana se deleita em adaptar e dispor as doutrinas da cruz em um sistema mais artificial e mais apropriado aos gostos corrompidos d…
 
13 de Julho - Perguntou Deus a Jonas: É razoável essa tua ira…? (Jonas 4.9) A ira nem sempre constitui pecado, mas possui uma tendência de levar-nos à falta de controle. Sempre que a ira se manifesta, devemos avaliar imediatamente o caráter da ira, fazendo esta pergunta: "É razoável essa tua ira?" Talvez possamos responder: "Sim". Com muita frequên…
 
12 de Julho - Amados em Deus Pai. (Judas 1) Santificados em Cristo Jesus. (1Coríntios 1.2) Em santificação do Espírito. (1Pedro 1.2) Observe a união das três pessoas divinas em todos os seus atos graciosos. Quão imprudentemente falam aqueles que mostram preferência por uma das Pessoas da Trindade. Eles se referem a Jesus como se Ele fosse a incorpo…
 
11 de Julho - Depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar. (1Pedro 5.10) Você já contemplou o arco-íris quando ele se mostra no céu: gloriosas são suas cores e raras suas nuanças. É lindo, mas logo desaparece. O arco-íris não é permanente. Como pode acontecer isso? Como pode perdurar um g…
 
10 de Julho Concidadãos dos santos. (Efésios 2.19) O que significa sermos chamados cidadãos dos céus? Significa que estamos sob o governo dos céus. Cristo, o Rei do céu, governa o nosso coração. Nossa súplica diária é: "Faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu" (Mateus 6.10). Recebemos espontaneamente as proclamações expedidas do trono de …
 
9 de Julho Não te esqueças de nem um só de seus benefícios. (Salmos 103.2) Observar a mão de Deus agindo na vida dos santos do passado traz-nos deleite -a bondade de Deus em livrá-los, a sua misericórdia em perdoá-los e a fidelidade em cumprir sua aliança com eles. Todavia, é muito mais interessante notarmos a mão de Deus agindo em nossa própria vi…
 
8 de Julho. Declara-me, peço-te, em que consiste a tua grande força. (Juízes 16.6) Onde se encontra o vigor secreto da fé? Encontra-se no alimento que a nutre. A fé medita em que consiste a promessa - uma emanação da graça de Deus, um transbordamento do grande amor de Deus. A fé declara: "Deus me outorgou esta promessa motivado por seu amor e graça…
 
7 de Julho. Irmãos, orai por nós. (1Tessalonicenses 5.25) Nós reservamos, do ano, este dia para refrescar a memória do leitor quanto à questão de orar pelos ministros, e seriamente imploramos a todos os membros da família de Deus que aceitem esta zelosa súplica proferida inicialmente pelo apóstolo Paulo e agora repetida por nós. Irmãos, nosso traba…
 
6 de Julho. O que me der ouvidos habitará seguro, tranquilo e sem temor do mal. (Provérbios 1.33) O amor divino é expresso visivelmente quando brilha em meio aos julgamentos. Formosa é aquela estrela solitária que brilha através das fendas das nuvens que trazem trovoadas. Luminoso é o oásis que floresce no deserto arenoso. Tão formoso e tão luminos…
 
5 de Julho. Chamados para serdes santos. (Romanos 1.7) Nós tendemos a considerar os santos da era apostólica como pessoas mais santas do que os outros filhos de Deus. Todos eles são santos chamados pela graça de Deus e santificados pelo Espírito Santo; mas somos inclinados a olhar os apóstolos como seres extraordinários, raramente sujeitos às mesma…
 
4 de Julho. Santifica-os na verdade. (João 17.17) A santificação começa com a regeneração. O Espírito San­ to infunde no homem aquele novo princípio de vida pelo qual ele pode se tornar nova criatura em Cristo Jesus (ver 2 Coríntios 5.17). Esta obra, que começa com o novo nascimento, é levada avante de duas maneiras: a mortificação, na qual as conc…
 
3 de Julho. As vacas feias à vista e magras comiam as sete formosas à vista e gordas. (Gênesis 41.4) O sonho de Faraó tem sido, com muita frequência, a experiência de meu viver. Meus dias de indolência destruíram tudo o que eu havia conseguido em dias de trabalho zeloso. As estações de frieza congelaram todo o glorioso esplendor de meus períodos de…
 
2 de Julho. Nele, o nosso coração se alegra. (Salmos 33.21) E uma grande bênção o fato de que os crentes podem se alegrar, mesmo nas profundas aflições. Embora os problemas possam lhes cercar, eles ainda cantam; e, como muitos pássaros, cantam melhor em suas gaiolas. As ondas podem rolar sobre eles, mas a sua alma logo sobe à superfície e contempla…
 
1 de Julho. No verão e no inverno, sucederá isto. (Zacarias 14.8) As torrentes de água viva que fluem de Jerusalém não se esgotam pelo calor ressecante do verão, assim corno não se con­gelam pelos ventos frios do inverno rigoroso. Ó minha alma, regozija-te porque foste poupada para testemunhar a fidelida­de do Senhor. As estações mudam, e tu também…
 
30 de Junho “Eu lhes tenho transmitido a glória que me tens dado.” (João 17.22) Observem a incomparável generosidade do Senhor Jesus, pois Ele nos tem dado o seu tudo. Embora um décimo de suas posses fosse capaz de tornar ricos milhões de anjos, enriquecendo-os além do que podemos imaginar, o Senhor Jesus não se contentou e nos deu tudo o que tinha…
 
29 de Junho “Aos que em Jesus dormem Deus os tornará a trazer com ele.” (1Tessalonicenses 4.14 - ARC) Não pense que a alma dorme em insensibilidade. "Hoje estarás comigo no paraíso" (Lucas 23.43) é o sussurro de nosso Senhor a todos os crentes que estão às portas da morte. Eles "dormem em Jesus", mas as almas deles se encontram diante do trono de D…
 
28 de Junho “Olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus.” (Hebreus 12.2) É tarefa do Espírito Santo fazer nossos olhos volverem-se do "eu" para Jesus. A obra de Satanás consiste no oposto disso. Ele está constantemente tentando nos levar a contemplar a nós mesmos, em vez de contemplarmos a Jesus. Satanás insinua: "Seus pecados são gr…
 
27 de Junho “Somente que, saindo, não vades muito longe.” (Êxodo 8.28) Este foi um pedido astuto do malicioso tirano Faraó. Se os pobres e servis israelitas têm de sair do Egito, então, Faraó barganha com eles para que não se afastem muito - pelo menos não muito longe para escaparem do terror das mãos de Faraó e da observação de seus espias. De mod…
 
26 de Junho “És semelhante a nós.” (Isaías 14.10) Qual será a condenação do apóstata, quando sua alma desprotegida comparecer diante de Deus? Como ele reagirá ao ouvir aquela voz: 11Aparte-se, maldito. Você praticou a iniquidade. Você Me rejeitou; Eu o rejeito. Amou a prostituição e afastou-se de Mim. Também o banirei para sempre de minha presença …
 
25 de Junho - “Sobe a um monte alto!” (Isaías 40.9) Nosso conhecimento de Cristo é de algum modo semelhante a subir a uma montanha. Quando você senta na base da montanha, vê muito pouco. A própria montanha parece ter apenas a metade de sua altura real. Confinado em um pequeno vale, você não descobre quase nada, exceto os córregos ondulantes que des…
 
24 de Junho - “Uma mulher, que estava entre a multidão, exclamou e disse-lhe: Bem-aventurada aquela que te concebeu, e os seios que te amamentaram! Ele, porém, respondeu: Antes, bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” (Lucas 11.27,28) Alguns imaginam, com bastante confiança, que ter sido a mãe de nosso Senhor envolveu privi…
 
3 de Junho “Efraim ... é um pão que não foi virado.” (Oséias 7.8) Se uma panqueca não for virada, ela ficará crua de um lado. Em diversos aspectos, Efraim era semelhante a uma panqueca não virada. Ele tinha áreas em sua vida que não foram tocadas pela graça de Deus. Embora houvesse alguma obediência parcial, também existia muita rebeldia. Alma minh…
 
22 de Junho - Ele mesmo edificará o templo do SENHOR e será revestido de glória. (Zacarias 6.13) Cristo mesmo é o edificador de seu templo espiritual. Ele o construiu sobre as montanhas de seu amor imutável, de sua graça onipotente e de sua infalível veracidade. Mas, assim como aconteceu com o templo de Salomão, assim também acontece com o templo e…
 
21 de Junho “Verão e inverno, tu os fizeste.” (Salmos 74.17) Ó minha alma, começa a estação de inverno com o teu Deus. A geada fria e os ventos congelantes lembram-te que Ele guarda a sua aliança com o dia e a noite. Podes ter certeza de que Ele também guardará a gloriosa aliança que fez contigo na pessoa de Jesus. Aquele que é fiel à sua palavra n…
 
20 de Junho “Porque eis que darei ordens e sacudirei a casa de Israel entre todas as nações, assim como se sacode trigo no crivo, sem que caia na terra um só grão.” (Amós 9.9) Todo sacudir resulta da ordem e da permissão de Deus. Satanás teve de pedir permissão, antes que pudesse colocar as mãos em Jó. Além disso, de alguma forma, nossas sacudidas …
 
Loading …

คู่มืออ้างอิงด่วน

Google login Twitter login Classic login